Instalações elétricas

Levar choque ao tocar no registro da água para ligar o chuveiro, a luz caindo com oscilação, muitos equipamentos e poucas tomadas são fatos comuns na grande maioria das residências e indicam um grande problema: instalações elétricas desatualizadas ou mal dimensionadas.

Isso leva a resultados negativos para o morador e seu lar, pois a falta de segurança na rede elétrica provoca riscos de acidentes graves e, é claro, desperdício de energia pela geração de fuga corrente.

Quer saber se as instalações elétricas da sua casa estão em ordem? Aí vão algumas informações que vão te ajudar a evitar esses e outros problemas em sua rede elétrica:

1- Se sua casa ou apartamento foi construído há muitos anos e jamais foi feita uma revisão nas instalações elétricas, essa é a hora de executá-la. Mas lembre-se: é preciso um profissional eletricista habilitado para tal tarefa.

2- Fiação com a presença de aquecimento mostra a necessidade de uma verificação mais apurada, pois demonstra uma sobrecarga energética. Deve ser feita uma avaliação dos equipamentos que estão ligados a essa rede elétrica, sendo às vezes essencial a substituição dos fios e cabos, como também das tomadas e interruptores, além das lâmpadas, em todo o sistema elétrico.

3- Quadros de força ou de distribuição não podem ser de madeira ou outro material combustível, para evitar risco de incêndio em caso de curto circuito em seu interior.

4- Fusível tipo rolha ou cartucho devem ser substituídos por disjuntores termomagnéticos ,para proteção contra curtos circuitos na fiação ou equipamentos elétricos.

5- As instalações elétricas possuem uma limitação de uso, seja pelo tempo de utilização (desgaste natural) ou pela simples mudança de hábito das pessoas, que estão sempre trocando seus equipamentos por outros melhores e de mais capacidade ou potência, não avaliando se a rede elétrica suporta esse aumento de carga. É importante verificar se há fuga de energia, o que irá acarretar um grande aumento na conta de luz.

6- Evite fazer uma instalação elétrica provisória ou mal feita, pois você estará ocasionando uma sobrecarga na rede elétrica, o que possivelmente irá provocar um curto circuito.

7- Uma revisão dessa natureza deve ser feita a cada cinco anos para a fiação, sendo que as tomadas, interruptores e receptáculos das lâmpadas devem ser substituídos sempre que for constatado folga em seus contatos ou centelhamento visível.

Para evitar tudo isso, basta simplesmente realizar vistorias periódicas em suas instalações elétricas, e, sempre que possível, fazer as reformas que forem necessárias.

FONTE: Blog Faz Fácil

Publicado em Dicas, Sem categoria, Variedades | Com a tag , , , , , , , , | Deixar um comentário

Montando a primeira casa

O primeiro lar nós nunca esquecemos. Montá-lo é um desafio e tanto, que exige planejamento, organização, objetividade, segurança e, principalmente, precisa ser encarado sem ansiedade.

Geralmente ganhamos muitos presentes, porém é necessário comprar outros itens por conta própria. Para saber o que incluir na lista de compras da primeira casa, aí vão algumas dicas: uma cozinha relativamente equipada é imprescindível. Um fogão é a prioridade, a não ser que você não tenha o hábito de cozinhar diariamente.

Ele poderá ser substituído, no início, por uma panela elétrica. As geladeiras, assim como um armário de mantimentos, são indispensáveis para armazenar os alimentos.

Um sofá vai bem para você ter mais conforto no início, mas se não for possível dá para viver sem. Já uma mesa com cadeiras ou banquetas são extremamente importantes para fazer as refeições de maneira confortável. As cadeiras também podem servir de assento na hora de assistir televisão, enquanto o sofá não vem. Meça o seu espaço para não ter nenhum contratempo na hora de escolher o modelo ideal para o que você precisa.

Garanta um ferro de passar com tábua, um varal e uma máquina de lavar para sua lavanderia. Ela precisa contar com todos estes itens para que você consiga ter uma rotina agilizada em casa, economizando com serviços externos.

Uma cama confortável com um belo colchão, travesseiros e roupa de cama são indispensáveis no quarto. O guarda-roupa pode ficar para uma futura compra e ser substituído, no início, por araras. Se você já tiver um armário ou considerá-lo indispensável, priorize-o na hora de fazer suas compras.

Fonte: Blog Minha casa minha cara

Publicado em Dicas, Sem categoria, Variedades | Com a tag , , , , , , , | Deixar um comentário

Cimento: características, tipos e armazenamento

O cimento é um material cerâmico que, em contato com a água, produz reação exotérmica de cristalização de produtos hidratados, ganhando assim resistência mecânica. É o principal material de construção usado como aglomerante, que endurece sob a ação da água.

Na forma de concreto, torna-se uma pedra artificial, podendo ganhar formas e volumes de acordo com as necessidades de cada obra. Graças a essas características, o concreto é o segundo material mais consumido pela humanidade, superado apenas pela água. As principais matérias primas do cimento são: calcário, argila e gesso. Sua fabricação exige enormes instalações industriais, como um possante forno giratório que atinge temperaturas de 1.500 C. Atualmente, esse material é vendido em sacos de 50, 40 e 25 kg, podendo ser armazenados cerca de 3 meses, desde que o local esteja fechado, coberto e seco.

Ele deve ser guardado longe de qualquer tipo de umidade (chuva, sereno e etc.). A melhor forma de armazenamento é em local seco, afastado da parede no mínimo 30 centímetros, e sobre estrados de madeira, empilhando no máximo 10 sacos. A cor do cimento (mais claro ou mais escuro) muda apenas em função da matéria prima utilizada e não interfere em nada na resistência oferecida pelo produto.

Fonte: Blog Faz Fácil

Publicado em Dicas, Produtos, Sem categoria, Variedades | Com a tag , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Cuidados com as instalações hidráulicas

A manutenção de uma casa requer atenção e acompanhamentos periódicos. Geralmente é mais fácil prestar atenção às partes aparentes. Contudo, não se pode ignorar as partes estruturais da residência. As instalações hidráulicas, por exemplo, necessitam de cuidados de tempos em tempos.

Para manter tudo em ordem, confira algumas dicas importantes na hora de reformar:

1) Ao comprar tubos e conexões, opte sempre por peças do mesmo fabricante para evitar problemas com folgas e encaixes gastos com reparos e substituições.

2) Para obter um melhor desempenho hidráulico no projeto, evite desvios excessivos e ramais com trechos longos. Dê preferência ao uso de curvas em vez de joelhos.

3) Nunca utilize fogo ou abuse da flexibilidade dos tubos, para não causar trincas.

4) Quando for instalar registros, observe e respeite a indicação do fluxo.

5) Para não danificar as vedações, não deixe escorrer adesivo para dentro dos tubos na hora de realizar a soldagem.

6) Para evitar danos na tubulação ao instalar saboneteiras, boxe, espelhos e gabinetes, tenha sempre em mãos o projeto hidráulico ou faça um esboço da tubulação instalada. Você também pode fotografar a parede com tubulações ainda na fase anterior ao reboco.

Fonte: Portal Fox Lux

Publicado em Dicas, Sem categoria, Variedades | Com a tag , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Como organizar a garagem

Alguns lugares da casa, como a garagem, costumam virar uma espécie de depósito, onde vamos colocando uma porção de coisas que vão se acumulando. O que muitos não sabem é que esse espaço pode ser muito útil quando é bem organizado e distribuído.

A garagem pode, por exemplo, servir de espaço para guardar comidinhas e acessórios do pet ou ferramentas de jardinagem. Em suma, esse é um ambiente multiuso, podendo servir de depósito em geral, com mini espaços e muitas coisas para guardar e organizar.

Nem sempre a garagem é espaçosa, mas mesmo assim existem várias alternativas para aproveitar cantinhos para guardar tudo o que precisamos. Investir no espaço vertical, por exemplo, é sempre uma saída interessante: com cabides suportes, prateleiras e ganchos, conseguimos deixar tudo organizado e à mão.

Apostar em armários com portas também é uma solução bacana, principalmente para quem busca um visual mais limpo. No caso abaixo, as portas dos armários foram pintadas com tinta de quadro negro, para identificar os itens que estão guardados dentro. Uma solução criativa, funcional e divertida para um espaço pouco explorado:

Estantes vazadas também são ótimas! Elas comportam caixas organizadoras, potes transparentes e caixas de ferramentas, deixando tudo fácil de visualizar. Montar uma bancada com uma banqueta pode ser interessante para quem gosta de fazer pequenos ajustes no carro ou no jardim durante o fim de semana.

Fonte: Blog Minha Casa Minha Cara

Publicado em Dicas, Sem categoria, Variedades | Com a tag , , , , , | Deixar um comentário

Decoração rústico-chique

Rústica sem perder a elegância, despojada e ao mesmo tempo sofisticada, a decoração rústico–chique está cada vez mais conquistando os lares. Informal na medida certa, ela une o clima intimista ao requinte. O chique é representado pela personalidade e ousadia de acordo com o local, combinação de cores, bom senso e mistura harmoniosa de materiais.

Esse estilo confere aos ambientes um ar mais caloroso e convidativo. E o efeito pode ser obtido de várias maneiras, podendo ser item fundamental na decoração, ou um mero detalhe. Para criar uma decoração rústica, aposte em paredes descascadas, tijolos aparentes, móveis de madeira escura, peças com ares de fazenda ou do tempo da vovó.

Dono de um acabamento indelicado, com as formas mais naturais, o estilo rústico tem uma característica mais descompromissada e despretensiosa. Neste tipo de decoração, acessórios e utensílios têm papel fundamental.

Apesar do aspecto envelhecido, a decoração rústica não se limita ao antigo. Você também pode usar peças modernas com acabamentos rústicos, conferindo uma identidade própria aos ambientes. Invista nessa tendência!

Fonte: Blog Minha Casa Rústica

Publicado em Dicas, Sem categoria, Variedades | Com a tag , , , , , , , , | Deixar um comentário

Como usar o mármore na decoração

O mármore é uma rocha metamórfica formada por calcário e outros minérios. Dependendo da combinação de elementos, essa pedra pode apresentar diferentes cores e texturas. Por isso, cada mármore é único e a variação de cores é imensa. Sua característica marcante é a presença de diferentes cores e movimentos. Ele é altamente resistente e durável, e sua manutenção é muito simples.

Na decoração, é muito utilizado em bancadas de pias, banheiros e cozinhas. Além disso, também é usado em pisos, paredes, soleiras, escadas e atualmente alisares e marcos de portas.

Utilizado como material base da arquitetura clássica, o mármore esteve presente em grandes construções gregas e romanas. Antigamente era muito comum em colunas e monumentos. Hoje, é aplicado em bancadas, pisos e revestimento interno de casas e edifícios. Também é visto na ornamentação de pavimentos de espaços como a sala, onde é possível colocar uma bancada, ou no bar da casa, para tornar o ambiente ainda mais belo e sofisticado, com um toque de elegância.

Se você deseja deixar sua casa ainda mais bonita e sofisticada, o mármore é o material ideal!

Fonte: Blog Apartamento 38

Publicado em Dicas, Sem categoria, Variedades | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário

Decorando o hall de entrada

Se a primeira impressão é a que fica, o hall de entrada é parte fundamental da casa. Sua função é receber os visitantes e o próprio morador de forma acolhedora, dando continuidade ao lar.

O hall é um local tão importante quanto qualquer outra e pode ser decorado de forma simples e rápida! Peças de apoio e elementos que chamem a atenção num ambiente de passagem rápida são essenciais para esse tipo de espaço. Aparadores, mesas, tapetes, espelhos, objetos de decoração, esculturas de parede, quadros, relógios, aromatizadores e objetos para apoio de chaves, todas essas peças compõe e dão graciosidade ao hall.

Hall para apartamento

A decoração de um hall para apartamento começa no elevador social. A ideia é chamar atenção para os objetos logo de cara. Além da porta de entrada, que tem um papel convidativo e diferenciado.

Hall diferenciado

O hall diferenciado envolve pessoalidade e é limitado a outras interferências. Nesta imagem, por exemplo, a faixa quadriculada na parede foi para obter um efeito geométrico com ares de arte. Neste tipo de entrada da casa, esse ambiente deve ter algum destaque que ressalte a personalidade e estilo do dono.

Fonte: Revista Casa Linda

Publicado em Dicas, Sem categoria, Variedades | Com a tag , , , , , , , | Deixar um comentário

O modelo de ar condicionado ideal para cada ambiente

A refrigeração do ambiente é um tópico importantíssimo para o bem estar das pessoas que o frequentam. Com a climatização, elas se sentem mais confortáveis e o espaço se torna mais aconchegante. Se você está na dúvida na escolha do modelo ideal de ar condicionado para climatizar a sala ou o quarto, por exemplo, confira as dicas abaixo:

O primeiro passo para a escolha do ar condicionado certo para o cômodo é verificar qual a capacidade de refrigeração necessária para o ambiente em questão. É importante observar como o sol incide nele, a quantidade de janelas e portas, de pessoas que circulam e de equipamentos eletrônicos. Esses itens produzem calor, o que vai definir se a capacidade de refrigeração será maior ou não. Quem vai definir qual ar condicionado mais indicado é o próprio ambiente.

O refrigerador mais indicado para ambientes residenciais é o Split, por ser mais econômico, fácil de instalar e silencioso. As partes separadas desse modelo deixam a distribuição do ar (unidade evaporadora) dentro do ambiente e o refrigerador do lado de fora (unidade condensadora). Por isso, ele não faz barulho e é super prático de instalar, mesmo em apartamentos. Além disso, é ideal para ambientes pequenos.

Confira em nosso e-commerce algumas opções de ar- condicionado e deixe sua casa com um clima ainda mais gostoso! www.amoedo.com.br

Fonte: Blog Acervo de Interiores

Publicado em Sem categoria, Variedades | Com a tag , , , , , , , | Deixar um comentário

Estilo boho na decoração

Sai mês, entra mês, novas tendências surgem e o estilo boho permanece como uma febre não apenas na moda e no design, mas também na decoração.

Riquíssimo em influências étnicas e cercado de acessórios cheios de personalidade, esse estilo encanta pela originalidade. Apostar nele é ter a garantia de um espaço único e belo em casa, repleto de referências e de uma variedade incrível de cores e texturas. Com o boho, a monotonia passa longe.

É também um estilo bem democrático, possibilitando inúmeras combinações. A decoração boho é uma mistura de pegadas hippie, romântica, vintage, clássica e moderna. Pensando nisso, aí vão algumas ideias!

Os tapetes, tecidos, cortinas e mantas com estampas marcantes são um dos traços principais dessa tendência decorativa. Os tapetes orientais são explorados ao máximo, podendo até vestir as paredes com um painel de decoração ou cabeceira de cama. Vale até apostar em uma sobreposição de tapetes para um visual ainda mais inusitado.

Enfeites em cobre e prata cheios de detalhes também caracterizam o boho na decoração, que preza por um lar cheio de histórias para contar. A perfeição é deixada de lado e o minimalismo é substituído pelo grande volume de informação: cores, texturas e acessórios.

O conforto é um ponto importante. Mantinhas, sofás antigos e fofinhos, futons jogados ao chão e redes dentro de casa: tudo é bem-vindo na decoração boho! Plantas e acessórios artesanais também são indispensáveis, por isso invista em cestos de fibra natural e muitos vasos pela casa.

No mais, é só aproveitar um cantinho especial, ouvir aquele vinil escolhido à dedo e curtir todo o aconchego do seu cantinho repleto de personalidade. Que tal se inspirar? Invista!

Fonte: Minha Casa Minha Cara

Publicado em Cores e Efeitos, Dicas, Sem categoria, Variedades | Com a tag , , , , , , , , , | Deixar um comentário